Oralidad y escritura en el romancero portugués

Resumo: Como tantas y tantas veces fue señalado, el romancero, en Portugal, es un género de rancio abolengo, presentando, al igual que en los demás reinos peninsulares medievales, los mismos problemas, en lo que concierne a sus orígenes y fechación. Palavras-chave: Almeida Garrett; tradición oral moderna portuguesa; romanticismo. Referência completa: Pere Ferré, “Oralidad y escritura en el […]

Read more
The first portuguese religious ballads from the Modern Oral Tradition: an unknown collection

Resumo: Almeida Garrett (1799-1854) foi o mais famoso dos escritores do Romantismo português. Mas foi também o pioneiro, no interior das fronteiras ibéricas, a dedicar-se à recolha dos romances orais tradicionais. Contudo, nos três volumes do Romanceiro (publicados em 1843 e 1851) – onde edita uma importante parte dos romances da tradição oral que compilou – […]

Read more
As contaminações no ‘Conde Claros em hábito de frade’ português

Resumo: Sendo a tradição portuguesa particularmente fértil em versões contaminadas do romance Conde Claros em hábito de frade, e sabendo que o conjunto de temas contaminadores é considerável num tema tão abundantemente recolhido, tem como propósito o presente estudo descrever o comportamento das contaminações no seio deste romance. Numa primeira instância, e obedecendo a pressupostos […]

Read more
O romanceiro em Portugal (1960-2007)

Resumo: É, hoje em dia, completamente inquestionável que a Ramón Menéndez Pidal se deve a construção do edifício teórico dos estudos sobre o Romanceiro. Independentemente do acerto de algumas das proposições da escola individualista, o magistério pidalino – e a sua escola – foi dando resposta a perguntas formuladas tanto sobre as origens e transmissão […]

Read more
Projeto ‘O Arquivo do Romanceiro da Tradição Oral Moderna Portuguesa (1828-2010): sua preservação e difusão’

Resumo: O Romanceiro é um género poético tradicional que circula desde os finais da Idade Média na memória dos povos de expressão portuguesa, galega, castelhana e catalã, difundindo-se desde então oralmente de geração em geração. Trata-se, portanto, de um património imaterial de uma vitalidade excecional e de uma riqueza ímpar que importa preservar. O presente […]

Read more

Centro de Investigação em Artes e Comunicação Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Algarve

Apoios

Fundação Calouste Gulbenkian Fundação Manuel Viegas Guerreiro European Association for Digital Humanities

ROMANCEIRO.PT

Universidade do Algarve

8005-139 Faro

Email: contacto@romanceiro.pt

Telefone: +351289 800 900 – ext. 7541